Select Your Style

Choose your layout

Color scheme

(11) 2228-9233 | (11) 97499-6854(vivo). Nós ligamos para você

Como ajudar as crianças após um evento traumático?

Todos nós passamos por situações difíceis, algumas vezes perda de um ente querido, enfermidade, assalto e até para o adulto é difícil saber como reagir. Nestas situações é comum pensarmos que as crianças não entendem e por isso não sentem, até que você começa a perceber a criança mais quieta, tímida, ou mais agressiva, explosiva.

As mudanças no comportamento infantil podem estar associadas a uma série de fatores, mas se elas vem após um acontecimento familiar traumático, talvez seja necessário acender um alerta.

É importante lembrar que independente da idade da criança, os comportamentos são quase sempre muito parecidos aos dos pais, pois isto traz-lhes segurança, mas se você quer ajudar seu filho a gerenciar esta angustia, considere as seguintes dicas:

Fale com seu filho. Conversar com eles sobre suas dores é o primeiro passo para ajudá-los a se sentir segurança  e começar a lidar com os eventos que ocorrem em torno deles. O que você fala e como você diz depende da idade, mas todas as crianças precisam ser capazes de saber que estão sendo ouvidas.

Encontre momentos em que eles são mais propensos a falar: como quando andando no carro, antes do jantar ou  na hora de dormir pode ser mais fácil para começar a conversa. Deixe-os saber que você está interessado neles e como eles estão lidando com o momento que vivenciam. Escute seus pensamentos e ponto de vista. Não interrompa – permita que expressem suas idéias e compreensão antes que você responda. Expresse suas próprias opiniões e idéias sem desconsiderar a deles. Relembre-os você está lá para para fornecer segurança, conforto e apoio. Dê-lhes um abraço.

Mantenha a casa um lugar seguro. Crianças, independentemente da idade, muitas vezes encontram em casa seu refúgio seguro quando o mundo em torno deles se torna esmagador.

Durante os momentos de crise, é importante lembra-los que podem voltar para casa para encontrar segurança. Ajude a tornar a casa um lugar onde seus filhos encontram a privacidade e conforto que eles precisam. Planeje uma noite em que todos participem de uma atividade familiar favorita.

Procure sinais de estresse, medo ou ansiedade. Após um evento traumático, é típico para crianças (e adultos) experimentar uma ampla gama de emoções, incluindo medo, choque, raiva, tristeza entre outro. Os comportamentos dos seus filhos podem mudar devido à sua resposta ao evento. Eles podem ter dificuldade para dormir, dificuldade em se concentrar no trabalho escolar ou mudanças no apetite. Isso é normal para todos e deve começar a desaparecer em poucos meses. Incentive seus filhos a colocar seus sentimentos em palavras, falando sobre eles,  ou escrevendo ou desenhando.

Além disso, programar algumas pausas para si mesmo é importante; Permita-se tempo para participar de atividades que você gosta.

Cuide-se. Cuide de si mesmo para que você possa cuidar de seus filhos. Seja um modelo para seus filhos sobre como lidar com eventos traumáticos. Mantenha horários regulares para atividades como refeições em família e exercícios para ajudar a restaurar a sensação de segurança e normalidade.

Estas dicas e estratégias podem ajudá-lo a orientar seus filhos após alguma situação difícil, mas se você se sente preso ou oprimido, pode querer considerar falar com alguém que poderia ajudar. É importante obter ajuda profissional se você sentir que você é incapaz de agir ou realizar atividades básicas da vida diária. Um profissional de saúde mental licenciado, como um psicólogo, pode ajudá-lo a desenvolver uma estratégia apropriada para seguir em frente.

 

Talita Simões

Psicóloga Clinica

Author Info

admin

Sem comentários

Poste um comentário